O Mozambique Fashion Week (MFW) continua a inspirar gerações e a provar que a moda vence barreiras, é resiliente como o comprometimento da DDB em tornar este evento em realidade, um marco para a nova era.

Num só espaço, Indy Village, durante os dias 7 a 11 de Dezembro, o público pode contemplar desfiles, exposições, participar em feiras e passar momentos únicos numa das maiores passarelas de moda de África.

O lema deste ano foi a continuidade do conceito de 2020. No entanto, o evento focou na realidade do novo normal e na beleza que é ser um ser humano. A propósito, este foi o mote da campanha de responsabilidade social. Cientes de que “Cada Ser Humano por ser Humano é bonito”, a acção promove o amor pelas diferenças.

Apesar das restrições impostas pela Covid-19, a organização do MFW conseguiu costurar uma semana de moda que conseguiu superar as expectativas. Os números falam por si: cerca de 60 modelos vestiram peças de pouco mais de 70 estilistas.

A 17ª edição do MFW foi também transmitida nas plataformas digitais e na televisão, graças a parceria que o evento tem com a TV Sucesso. No conforto de casa, foi possível acompanhar os desfiles e sentir cada emoção transmitida na passarela.

Audácia, inovação e extravagância são algumas das caraterísticas dos desfiles, que marcaram pela exploração do novo, sem deixar de lado as raízes africanas refletidas nos tecidos e na atitude ousada de resgatar marcas identitárias, por vezes inexploradas.

Estilistas estabelecidos mostraram a sua presença com desfiles de cortar a respiração. Convidados de outros quadrantes do mundo deixaram um toque do que tem feito em seus países. A nova geração mostrou que tem algo a dizer, com peças que demonstram um génio que está a se alimentar e nos próximos tempos vai dar as suas cartadas.

wpChatIcon